Pages

16 de set de 2011

Hanna: Assim você é...

Imposssivel de descrever, essa é a unica certeza que tenho quando penso em cada maravilha do teu ser, ainda assim eu quero tentar por que mais forte que a beleza fisica tem a força do espirito que se engrandece quanto mais se chega perto da tua alma que queima com a paixão que brilha dos teus olhos, com a força de mil sois ela aquece a face daqueles que destraidos se veem em teus olhos profundos que refletem toda a bondade que cabe em um coração valente como o teu.
Sou um tolo eu sei, por saber que tal esplendor que me encanta desde o dia que o destino nos fez cruzar o mesmo caminho poderia ser aprisionado em mortais palavras, mas nenhuma mentira sai dos meus lábios ao usá-las quando é de ti que elas se referem, sou sim um tolo talvez um bobo, alegre e honrado em dizer-te o quanto neste mundo sombrio brilhas por aqueles que encontram a luz dentro de ti.
Por caminhos tortuosos todos nós caminhamos as vezes, mesmo quando estás perdida consegue me encontrar e nas horas mais sombrias é tua mão que me encontra e sorriso que me acalenta o meu ser, me preenchedo de paz e vida, assim o que posso querer mais do que compartilhar novamente momentos sinceros contigo, nada mais posso fazê-lo alem de usar toda cêlula do meu ser para ser digno de tua amizade.
Não estou distante de ti nunca, e assim quero permanecer sendo teu apoio nas horas dificeis, distração nas horas mais exigentes e amigo em todas as horas, por que es minha inspiração de felicidade, fortaleza que se engue ante meus olhos e me mostras a beleza de um singelo olhar que explode em cores ao risco de sorriso de tua face angelical, ficas com a certeza amiga minha que em tua força eu faço parte, em meu coração fizeste morada e de lá nunca mais vais sair.
Seja sempre mais que feliz, por que trazes a felicidade ao mundo que te rodeia, com admiração e carinho, te sigo com olhos e sorriso aberto até o nosso próximo encontro amigo. Fica contigo minhas singelas palavras, sinceras na essencia e verdadeiras enquanto a eternidade existir. Amiga, amada e feliz.
Pedro Cortez.

14 de set de 2011

Amarras do MEDO...

O que acontece com a gente que vive uma vida só por mais que se afaste? Somos assim tão diferentes não é? Perdemos as vezes pelo excesso de cuidados com o que levamos nossa vidas, tomado pelo medo de não ser ou ser outro que não o que acreditamos ser, tudo isso só nos impede de ver a verdade, sermos todos peças feitas para se encaixar apenas uma na outra, fomos criados assim e devemos assim permanecer, sempre um pelo outro.
Perdemos tanto tempo de nossas vidas aprisionados dentro de nós mesmos, somos pequenos e frágeis até percebermos que nossa insignificância é apenas o até nos encontrarmos, quando fazemos definitivamente parte de alguém tudo muda, o vazio que te consome por dentro simplesmente se vai, e finalmente a gente começa a viver, as amarras estão em nossas mentes, forjadas do mais puro medo de nossas essencias e nada externo pode quebrá-las, só nós podemos assim ser livres de verdade.
Amar é o unico caminho, ame aos outros e a si mesmo antes de qualquer coisa, não se ponha em situações por medo, apenas o amor verdadeiro liberta, e se não te sentes livre é por que no fundo até você já sabia não ser amor. Seja forte para as adversidades pois para elas a vida passa mais devagar, e seja sabio para as alegrias por que nelas o tempo se consome ao pavio de uma vela em noite escura, seja sincero e feliz, mas acima de tudo seja você.
E nessa procura se o amor te encontrar o receba, dá-lhe todo o conforto e carinho, atenção e sinceridade, por que nele está tua morada, seu chão e caminho, só o amor pode te levar ao lugar que desejas, poder e dinheiro são passageiros, mas o amor não por que esse é eterno e confiante, puljante e duradouro, o tempo que o desejar ao teu lado, tu serás feliz. Tenhas medo quando preciso e forças quando necessário, mas nunca desista de acreditar pois o amor está la fora esperando uma porta para entrar.
Seja livre das amarras do medo, ame e seja verdadeiramente feliz.
Beatriz te amo s2

5 de set de 2011

Melodia Sentimental - Djavan


Acorda, vem ver a lua
Que dorme na noite escura
Que surge tão bela e branca
Derramando doçura
Clara chama silente Ardendo meu sonhar

As asas da noite que surgem
E correm o espaço profundo
Oh, doce amada, desperta
Vem dar teu calor ao luar

Quisera saber-te minha
Na hora serena e calma
A sombra confia ao vento
O limite da espera
Quando dentro da noite
Reclama o teu amor

Acorda, vem olhar a lua
Que brilha na noite escura
Querida, és linda e meiga
Sentir seu amor é sonhar