Pages

19 de nov de 2011

Partido Coração...


De volta ao lado profundo do meu ser, procuro entender que pontos falhos eu devo corrigir, sou fraco de formas que eu mesmo não sei explicar, humano em minha essência e verdadeiro de todo o coração, sinto que ainda estou vivo quanto o meu coração esta partido como se a cada coisa que eu me envolvesse ansiasse pela dor, como o beliscão que te acorda ou o toque que te tira do sonho, assim é a vida, somos uma sucessão de erros que cometemos tentando acertar.
Por que nos lembramos mais dos momentos tristes da infância do que dos felizes, por mais que digamos que não são esses que marcam nossas vidas, sou mais inspirado quando meu coração esta partido, isso é um fato, meu lado negro é o que me movimenta, e a cada solidão eu experimento um lado novo do meu ser, por isso eu nunca mal digo a minha vida, sou feliz ainda que triste.
É você que lê este poema que faz com que as desilusões da minha vida tenham algum sentido, sou forte quando por trás das fortalezas deste castelo consigo tocar outro coração, sou apenas um bobo que inspirado pela profundidade de minha alma decidiu não mais se conter, então aqui fica mais um poema de amor, amizade, tristeza e alegria, por que amar é tudo isso junto.
PS: Se meu amor é apenas um grão de arreia neste vasto universo, é nele que eu vou me agarrar, amando-te ate quando Deus permitir, do meu jeito, as vezes alegre, outras triste, mas vivo, perto e ansioso pelos próximos encontros, por que meu coração em ti guarda forças, sou vivo por que vivo em teus olhos, sou um cavaleiro que anseia voltar para os olhos de sua amada, ficas comigo que eu teu coração eu farei morada, Cavaleiro Templário.

0 comentários:

Postar um comentário