Pages

19 de ago de 2010

Aos boêmios saudade....

Em meu devaneios tolos construi um muro onde coloquei todos os meus sentimentos, como um porão onde tudo me remetia ao passado, peças de um coração que já há muito tempo não batia mais as sombras da minha própria construção me sentei, esperando que as lembranças ficassem lá dentro, so que mesmo preso em outro lugar ainda carrego as comigo, em meus pensamentos, esses nunca vou perder, ainda que tente com afinco...
Espaços perdidos de minha própria existência, eu deixei para tras meu lado sombrio quando te conheci, e a vida que outrora vazia de perdida, me apresenta um novo caminho de luz e bons pensamentos, mas ainda sim a tristeza nunca se vai por completo, esta é a razão por as vezes parar e apenas te observar, tenho medo ainda disso tudo não ser real, ainda que me toque e sinta teus beijos, parece perfeito demais, será que mereço?...
Nessas horas seguro tua mão com força como uma criança que busca por seguranção em um aperto de mão, eu sigo meu caminho esperando sempre pelo melhor, por que teu sorriso que ilumina meu caminho me fez e faz esquecer das dores que tive no passado, bom se isso não é amor nem imagino outra coisa melhor...
Uma frase me inspirou este poema: "Aos boêmios so cabem saudade..." e neste coração que voltou a bater eu sinto que a boemia nostalgica que guardei não me deixou por completo, ainda paro a te observar, e as lagrimas que invadem minha face desejam toda a felicidade deste mundo para nós. Hoje fazem tres semanas que eu comecei a viver, e que este seja apenas o começo para nós dois, minha vida....meu amor....minha linda.... te amuuuuuu s2 s2 s2 s2 s2
Aos boêmios saudade, para mim apenas amor....

1 comentários:

Postar um comentário