Pages

11 de ago de 2010

Saudades meu amor s2...


Eis que um coração que outrora cansado e abatido pelas pancadas da vida, hoje bate apressado delirante dentro de um rompante de amor, que sai pelos pôros, nasce na alma e se vai pelo corpo inteiro, esse amor que não tem limite ou medo, que não se controla ou se prende, um amor de verdade para tirar esse coração do abismo que era viver sem você.
Deixo minhas palavras tortas falarem por mim, porque não há mais força há um amor que um lindo poemas que sai do fundo deste coração de poeta que bobo sabe que encontrou a pessoa certa, a medida que se entende por amar, e a ausência que sente um coração apaixonado, e amor você faz uma falta.
Acabo de encontro a sentimentos que outrora descrente quis recusar ou renegar, se posso apenas aceitar e deixar que me invada a alma, em teus olhos todo o amor que carrega consigo, e em meu pensamento todos os poemas seriam poucos para expressar a alegria que é poder abraçá-la, e dentro deste novo mundo sou apenas passageiro destes teus abraços.
Acalmo minha mente a ausencia tua, deixando em registros eternos o amor que sinto por você, versos retorcidos em texto e prosa, por que a alma deste poeta, que agora sozinho caminha contigo, onde quer que vá, deixo pro fim minhas recordações deste dias que dividido por nós será mais um neste imenso amor que sinto.
Saudades meu amor s2....

0 comentários:

Postar um comentário