Pages

25 de jun de 2010

Declarações e pensamentos sobre nós....


Caidos anjos me cercam por onde ando, perdido sinto um punhal atravessado em minha alma que nunca mais poderei tirar e da dor de estar sangrando tiro forças a continuar pois por você eu preciso mostrar que sou forte, que a tua ausencia apesar de sentida é algo que eu posso superar. E como cavaleiro templário a minha verdade vai sobrepor a minha propria existencia, no fim so sobrará todo o amor que a minha alma conseguiu guardar por ti todo esse tempo.
Deixo de lado magoas pelo que me disse, bom se sou o errado agora para você talvez nunca venha a ser o certo, então preciso te deixar em paz para que possa continuar seu destino, por vezes disse que não acreditava em mim, bom eu sempre acreditei em ti, pois teus olhos não conseguem mentir e a tua alma que reconhece a minha anseia por me ver de novo, mas isso nunca mais vai ser como antes, estou morto para ti.
Por sentidos tortuosos eu segui por muito tempo, perdido em trevas como você mesmo me falou, bom das trevas eu consigo ver que a vida não será mais feliz sem você, e assim não posso fingir coisas que sei que não vou sentir, deixo-te esperançoso de que tu possas ser feliz, por que longe de ti eu sei que isso vai ser impossivel, mas em fim eu não posso decidir nossos destinos, bem que eu tentei.
Há ainda uma grande lacuna como ferida aberta em minha alma, pediste que eu fosse teu amigo, bom eu não sei se consigo, por que a cada vez que sorrires para mim o me olhares e sei que vou sofrer por não poder beija-lá, então te dar espaço é o que me resta, tens de me amar um pouco para que eu possa apostar na gente tambem, to cansado de amar sozinho nessa vida. Por ultimo eu sigo meu caminha ainda poeta, mas um pouco mais morto todos os dias até parar de existir, esvaido em sentimentos que eu não posso controlar.
Por que ainda te amo.

0 comentários:

Postar um comentário