Pages

4 de dez de 2010

Esperavas por ti...

Das trevas me levando, me ergo e caminho rumo a algo que esta predestinado a mim, eu que outrara cavaleiro ainda tenho um destino, uma sina a seguir, queria eu que fosse diferente mas nada posso fazer que já não tenha sido feito, sou apenas mais uma alma neste mar de almas perdidas que eu mesmo nem sei por que.
Sou só eu um poeta, meio bobo meio louco que esperavas por ti antes de te conhecer, sinto como se uma força me uni-se a você, e eu que nem podia mais sonhar quando te encontrei voltei a viver, dentre as brumas de onde me encontrava eu pude perceber o quão especial era você e quando me olhou nos olhos eu soube, não queria mais nenhum outro olhar, era você que eu esperava.
Carrego um peso de muitas vidas sozinho, mas nada mais posso reclamar pois desde que entrou em minha vida, nada mais foi trevas ou perdas, se sou carente eu sei, mas acustumado estava a sozinho enfrentar o mundo inteiro e ainda demoro a acreditar que encontrei alguem que me ama e que me deseja tanto quanto você.
Espero as vezes sozinho por entre meus lençois acordar deste sonho bom, por que nada mais perfeito do que estar com você e merecedor eu sou deste que é meu sonho, minha vida e meu amor, nunca amei ninguem como te amo, e sinto que minha vida toda esperei por um segundo contigo, sigo meu caminho ao teu lado agora, para amar-te por toda a eternidade.
Ao teu lado eu sigo... Bia eu te amo...

0 comentários:

Postar um comentário