Pages

29 de jun de 2011

Para Minha Beatriz...

Engraçado como seus olhos se fecham ao tocar meus labios, que suas mãos ficam mais quentes quando estou por perto, que seus pés inquietos não param quando espera por mim, que você fala sem parar quando me encontra mas sempre acha uma brecha para olhar nos meus olhos, e do nada dizer que me ama muito depois aquele sorriso que ilumina todo o meu dia.
Já tivemos dias dificies, ninguem é perfeito e nos não temos pretenção de tentar, mas é nestes mesmos dias que percebemos que não podemos mais viver um sem o outro, crescemos juntos, vivemos juntos. Por que em toda a minha vida eu procurei por você, não diferente nem de outro jeitinho, apenas você com suas qualidades e por que não defeitos que apesar de as vezes serem complicados fazem parte desse todo que eu amo demais.
Esse tal amor que bate a minha porta, que invade entrando pelas janelas e torneiras, só vem pra me dizer o quanto você é especial para mim, que sou metade sem você e que vou passar a minha vida inteira para te fazer feliz dia após dia, ate meus olhos se fecharam para sempre, ainda sim eu te amarei, por que isso é o que me motiva a viver e continuar.
Amo quando você fica zangada por eu nem estar te ouvindo, amo quando você fica com olhar bobo e passamos um bom tempo apenas nos encarando, amo quando você chega para mim já com um lindo sorriso, amo quando você me liga no meio da tarde só para saber como eu estou, amo ainda mais quando no meio da conversa sem contexto nenhum você me diz que me ama, por que sei que neste momento bobo é o amor mais sincero que já existiu, então minha vez de dizer: Eu te amo Beatriz, mais do que outro bobo poeta ja amou sua musa inspiradora.
Feliz aniversário de 11 meses, os mais felizes...

0 comentários:

Postar um comentário