Pages

27 de jan de 2010

Sou eu !

As vezes as lembranças são chagas abertas na alma de um verdadeiro cavaleiro, mas no fim elas são o que te resta pra te manter acordado, te manter ligado e algo que não deseja abandonar. Entender como uma coisa que te faz aparentemente mal, mas te faz bem é um grande paradoxo da realidade das coisas do coração.
Me sinto assim perdido em um universo paralelo de possibilidades para uma dor crescente e que esta ainda muito a perder-se dentro de mim, não sei se entendo a mim mesmo, ou se ainda permaneço humano dentro de uma casca de mentiras que o mundo insisti em me impor...
Sou eu! Sou eu ! Sou apenas eu! dentro de um mar de lembranças que guardo pra mim, sei que parece melancólico, mas amar é exatamente abandonar a si mesmo dentro de outro que pode te fazer feliz, assim me sinto e o amor nem sei se esta ai...
Por fim deixo-te em palavras doces ho amor distante que ainda sinto bater dentro de meio peito que permanece aberto e tranquilo a eternidade de um sorriso teu...
Bom dia amor...

0 comentários:

Postar um comentário