Pages

19 de mar de 2010

Sou apenas eu te pedindo ajuda mais uma vez...


Nunca fui muito de acreditar em possibilidades, a verdade é que eu sou um descrente por natureza, quando se trata de amor então sou o mais bobo possível, avesso as modernidades e efemeridades da minha epoca, sempre gostei mais da conquista que do próprio resultado, da mão suada e do coração acelerado, do olhar timido e do estomago embrulhado, do que o cliche "vamo ficar gatinha?", que estranho mas eu sou assim...

Sempre perdi a noção e assim por muitos vezes taxado de exagerado e dramático, bom de fato eu sou mesmo, mas a vida é curta e um segundo pode decidir se vai ser feliz ou vai ficar sozinho por um bom tempo, nunca me arrependo das decisões que tomo por impulso, te falei isso quando a gente se conheceu, estava nervoso mas fui sempre sincero com você...

Deixo algumas farpas por meu caminho, mas não me importo de verdade, que cavaleiro não tem suas cicatrizes para prova que esteve em batalha, e minha vida é uma constante batalha pela felicidade de estar com você mais uma vez, mas aprendi que na vida uma decisão muda tudo, sempre muda tudo, mesmo que a gente não esteja preparado...

Acalmo minha mente com coisa que sei que posso controlar, tenho de escolher com calma minhas batalhas de agora em diante, não posso mais perder não sei se suportaria mais uma dor, tenho uma ferrida aberta em minha alma, que você fez quando se foi e ainda preciso cicatrizá-la mas sei que quando esta perto para de doer, fica ao meu lado e segura a minha mão até parar de doer?
Sou apenas eu te pedindo ajuda mais uma vez...

0 comentários:

Postar um comentário