Pages

31 de mar de 2010

O Cavaleiro e a Lua...

Não sou muito figurativo, prefiro a dura realidade a um mundo fantasiado de onde so a ilusão brota e os sonhos que planto na esperança de tornar tudo diferente. Deixo de papo furado e meias palavras, baixo a guarda e entrego minha alma no processo, sou um guerreiro fraco por anos de uma batalha interna pela felicidade que não sei se de fato existe...
Linda passei por muitas coisa em minha vida e de fato algumas me tornaram quem sou hoje, um processo de perder-se em si, e encontrar o centro para poder continuar lutando. Acho que a vida poderia ser um caminho menos tortuoso mas que graça teria afinal de contas, se me amasse e desejasse estar comigo como amo e desejo estar com você, provavelmente abusaria minha cara e não seriamos felizes mesmo, será que somos agora?
Deixo conjecturas em prosa para que futuramente possa vira refletir sobre isso e entender o que se passa em minha mente, sou um cavaleiro das palavras condenado a amar a Lua e buscá-la com todo o meu sentimento, mas desejá-la me torna sempre unico e verdadeiro isso tenho de reconhecer...
A nevoa inunca minha mente que perdida dentro das mais densas brumas deseja teu olhar encontrar e ao tatiar o caminho encontro infinitas possibilidades de ser eu mesmo, mas qual delas vai me aproximar mais de você eu talvez nunca saiba, ser eu mesmo, ser brincalhão, ser sincero, ser bobo, ser apaixonado, ainda sim um simples cavaleiro que ama a Lua...
Segura a minha mão...

0 comentários:

Postar um comentário