Pages

1 de abr de 2010

Do mais profundo abismo...


A busca é sempre um se doar a algo sem ter certeza de nada, quando se fala de amor então, é jogar-se do mais alto abismo sem saber o que há lá em baixo torcendo para ouvir a voz de alguem que não se sabe quem é mas está em seu destino, talvez uma busca insana, mas se usassemos a razão morreriamos sozinhos, para amar de verdade devemos ignorar nossas certezas e simplesmente se jogar...
Sentir o vento ao sua volta enquanto seu corpo está leve por causa da queda livre, sentido a gravidade te puxar ao mesmo tempo seu coração se acelera e seu unico pensamento é sera que isso está certo? Não deveria acontecer algo? A verdade o exercício de jogar-se é uma das formas mais sinceras de encontrar alguem, pois nos desasrmamos de todos os preconceitos e barreiras e estamos prontos para amar de verdade...
Neste momento, o vento se intensifica, o chão que outrora parecia não existir agora é uma realidade, o abismo se afunila e a vida passa por entre meus olhos, estou pronto para o que esta reservado para mim, outrora me disseste que seguraria minha mão, eu estou aqui, um anjo decaido esperando por uma palavra tua que vai salvar minha vida, estou pronto e definitivamente fecho meus olhos...
Meu coração quase sai pela boca, minhas mãos molhadas de suor, um pouco tonto, de olhos fechados sinto que algo esta a minha volta, uma linda voz me dia para abrir os olhos e segurar a sua mão, ao fazê-lo descubro que não havia abismo, estou ainda na beira se que não estou mais sozinho, estás comigo e nunca mais vai e deixar, valeu a pena ter pulado...
Segura a minha mão...

1 comentários:

Jackie Reyel disse...

Engraçado, era justamente isso o que eu estava pensando, estava escrevendo uma carta p/ele e minhas últimas palavras foram: "Afinal amar é justamente isso...se jogar do mais profundo abismo"

Postar um comentário