Pages

15 de abr de 2010

Andreia, bem vinda de volta...

Como fazer juz a quem um dia foi e em minha memória ainda é alguem que jamais poderia apagar, como ser justo com minhas lembranças sem dizer que em teus olhos eu via uma alegria que desejava e ainda desejo compartilhar, hoje sou um bobo apenas, um poeta ou mais provavelmente um louco, mas acho que sempre fui assim, e você estava lá sempre que me recordo, perto de mim...
Manhãs chatas de um dia chato, mas algo era diferente quando te via, um sorriso largo acompanhado de um olhar doce que derreteria qualquer coração carente como o meu, bom eu sei que a vida nos separou, mas linda menina quero dizer-te que em minha vida estas de volta e dela nunca mais poderá se separar, ok? Sou hoje alguem mais profundo, sofredor eu diria, e do meu jeito quero te escrever essas maltraçadas linhas.
Es linda em sua simplicidade, e sorriso que ainda guardo em minha mente, sou um cavaleiro que nada seria se não tivesse alguem na memória para quem deseja voltar, sou um guerreiro que não sobreviveria se em seu coração não tivesse sonhos que são recordações de uma epoca boa da sua vida, e um poeta jamais escreveria o amor se nunca o tivesse experimentado com alguem em sua vida, es minha lembrança, memória e amor.
Olhos que me acompanhavam e me faziam sentir que daquela loucura eu fazia parte, es linda em minha mente como linda foste no passado, assim quero que saiba que esse tempo afastada de meu coração fizeste uma falta, um lugar que ainda é teu e que sempre será, bem vinda de volta a minha vida, espero que tenha um cantinho em teu coração para mim, eu um simples cavaleiro templário que gosta demais de você.
Bem vinda de volta a minha vida...

0 comentários:

Postar um comentário