Pages

15 de abr de 2010

Ao descansar de um longo caminho...

Há muito em uma história de um cavaleiro que se pode falar, suas grandes provas de bravuras ou demonstrações de destreza, ou ainda canções a sua honra e coragem. No passado era assim que a sociedade reagia a um cavaleiro, de fato as coisas mudaram e provavelmente não há mais espaço para mim nessa nova era, ainda sim eu quero tentar...
Ao caminhar por entre as brumas do tempo, sinto que perdi uma parte de minha vida em uma busca sem precedente, um amor are meu destino ainda sim permaneço sozinho um caminho que eu mesmo escolhi. Sou um herdeiro dos grandes reis, um pecador e ainda um poeta que tenta vencer por seus meios merecendo o direito de ser feliz ao decorrer do processo...
È complicado saber como termina a história de um cavaleiro como eu, bom sei que posso cair ao próximo combate ou me perder pelos caminhos em uma busca insana por amor, ou pior entregar meu coração e perder de vez a minha alma por um lindo olhar, uma bela voz e um sorriso que me desarmaria para sempre, ainda sim quero tenho de correr todos esses riscos para ser feliz...
Paro tudo o que faço e tento descansar a sombra de um antiga árvore que encontrei em meu caminho, uma testemunha de muitos outros que passaram por aqui, outros que também eram pecadores e amantes, ainda sim sem esperanças pousaram a sua sombra, deixo de lado meus problemas afinal um lindo caminho deve ser traçado por um periodo de paz, e eu preciso disso mais do que nunca...
Ao descansar de um longo caminho...

0 comentários:

Postar um comentário