Pages

12 de abr de 2010

Olhe por mim...

A vida é sempre uma onda onde mergulhamos sem saber se voltamos a superficie, uma indecisão que faz toda a diferença, uma criação ordenada que jamais terá um ponto final de verdade, assim convivemos com o inesperado todos os dias, do ato de acordar ao ato de deitar-se, uma eterna inconsistencia consistendo do não saber de nada, pensamento doido não é? ainda sim o não saber ou controlar me assusta mais que qualquer outra coisa.
As vezes paro o que faço e minha mente vai longe, acho que poder refletir sua vida para aprender com erros é uma de maiores dádivas que recebemos, assim fico apenas parado ouvindo meu coração, ficar só nem é o problema na maioria do tempo é até bom, mas quando isso se torna uma constante, ai não te resta mais nada, sou um Cavaleiro Templário, mas hoje tenho medo do escuro e estou cansado de ter medo.
Um anjo que me segue as vezes fala comigo e me pede para que eu seja um cara melhor, de fato eu tento mais uma transformação mais profundo leva tempo e eu tenho muito pouco tempo, eu tenho certeza disso. Me olha de longe e quando mais escura fica minha alma ela me resgata e me tras de volta a vida com um sorriso que ilumina todo o meu mundo.
Sei que seu exagerado ou mesmo estranho, mas nesse mundo quem é normal? O que é normal? Sou apenas eu tentando viver uma vida que hoje caminha sozinho, mas que ama desesperadamente e que sabe que amar é o unico caminho para redimir meus pecados, por que há muito sangue em minhas mãos e para merecer o cêu terei de mudar muito, terei de amar e deixar que me ame de todo o coração, para isso conto com seu olhar protetor meu anjo da guarda, eu ainda estou aqui.
Olhe por mim...

0 comentários:

Postar um comentário