Pages

17 de abr de 2010

Merecendo a redenção...

A noite cai dentro de um mundo que eu mesmo não reconheço mais, estou muito tempo vagando por este universo. Sou um cavaleiro condenado a eternidade de batalhas sem fim, e um caminho tortuoso até a salvação ainda sim so queria me sentir vivo mais uma vez antes de sucunbir a espada do meu oponente.
Tento simplesmente não pensar nas paredes que se fecham a minha volta ou na falta que uma palavra me faz, melhor continuar caminhando a esperança de que eu possa ser merecedor de redenção, sou um sobvevivente de uma linhagem extinta há muito tempo que so quer uma chance de poder descansar e voltar para casa.
Sou um amaldiçoado pelo tempo, um co-autor de minha propria história, como cheguei a isso? Eu nem faço ideia, tenho medo de voltar ao passado e me lembrar por que meu passado so vou encontrar sangue e morte, campos de condenados que cairam por minha espada e que me assombram agora querendo justiça, e quanto a minha justiça?
Devo ser merecedor de adentrar as portas do cêu, mas no fim não acredito que possa fazê-lo mesmo assim eu continuo tentando por que é so o que me resta, sem minha amada vagar perdido por este mundo é o unico caminho, pois se parar não sei se terei forças para me levantar novamente, assim sigo meus dias e noites procurando por algo que nem mesmo acredito.
Carrego a morte em minha espada...

0 comentários:

Postar um comentário